X

Fale Conosco/Contact us:

Aguarde, enviando contato!

Use a estratégia correta para sua empresa neste final de ano

Saiba as 5 ações que você precisa tomar!

Por marketing@kpmbusiness.com Communication dia em Imposto de Renda

Use a estratégia correta para sua empresa neste final de ano
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Use a estratégia correta para sua empresa neste final de ano

 


Em nossa Live no Facebook, na noite de ontem, falamos sobre 5 estratégias importantes para que você possa aplicar em sua empresa antes do final do ano. 

Claro que cada caso é um caso e tudo precisa ser analisado, por isso separamos alguns tópicos importantes a serem considerados:

 


1- O que eu quero para este final de ano fiscal?

Sim, antes de aplicar suas estratégias você precisa analisar se quer que sua empresa finalize o ano com mais ou menos dinheiro na conta. Isso vai depender de qual situação a sua empresa está, quais prospecções para o ano seguintes, etc. Se você deseja pagar menos impostos e o salto da sua empresa não vai afetar seus planos futuros, então o ideal é pagar em dezembro todas as contas, se for possível até pagar as que vencem em janeiro, assim você quita as dívidas, e com o saldo menor pagará menos impostos. Mas se por algum motivo você precisa fechar o ano com saldo mais positivo, então o recomendado é solicitar mais prazo para o pagamento das contas. 

Important saber é onde se quer chegar.

Aquela famosa frase que usamos no coaching: “Se eu não sei onde estou indo, como vou saber quando chegar lá?” É essencial para saber quais decisões tomar.

Resumindo: Se você quer que sua empresa fecho o ano com mais lucro, você espera até janeiro para pagar as contas, gora se você quiser que a empresa tenha menos dinheiro na conta, você paga adiantado.

 


2 - Pagar taxas estimadas.

Muita gente esquece de pagar os impostos estimados e quando chega na hora de fazer o imposto da empresa vem os valores todos acumulados e dependendo de alguns casos, multas à pagar. Para as empresas, se você tem mais de $500 dólares para pagar em impostos você tem de pagar os estimados para que não receba nenhuma penalidade. O ideal é pagar as “quarters” na data correta. Esqueceu o que é uma “quarter”? Olha nosso post anterior aqui no blog.

Pagar os impostos estimados antecipadamente ou na data correta ajuda a sua empresa a não receber penalidades que significam, mais dinheiro saindo do seu bolso.

O ideal é a cada três meses se fazer a conta do que se deve ao governo e realizar o pagamento, por isso, conversar com o seu contador durante o ano é essencial.

 


3 - Faça a contabilidade da sua empresa antes do final do ano. 

Muitos empresários, pequenos ou médios, deixam para fazer o balanço do ano fiscal somente quanto o ano termina, ou até mesmo no ano seguinte, quando se abre a temporada para declarar imposto, o famoso Tax Season. O ideal é fazer a contabilidade da empresa antes do final do ano, de preferência no final de novembro início de dezembro. Se você ainda não fez então aproveite que ainda dá tempo. Já envie os extratos bancários de janeiro até até outubro, para que nossa equipe comece a trabalhar no bookkeeping e quando chegar em dezembro, envie o de novembro, assim já é possível ter uma base de como foi o ano da sua empresa, fazer uma estimativa de lucros e despesas e entender qual situação atual da sua empresa. Então mova-se, a hora é agora! 

 


4 - Planejamento estratégico 

O planejamento estratégico vai depender do resultado da contabilidade, por isso é sempre importante já ter os resultados. Com a contabilidade pronta você vai poder analisar com nossa equipe qual a estratégia você quer aplicar na sua empresa e quais meios tem para isso. Estratégias devem ser aplicadas no ano corrente, não depois que tudo já finalizou.

 


5 - Organizar com antecedência 

Outro ponto importante que devemos analisar é saber organizar o que é gasto da empresa e o que é gasto pessoal, saber qualificar as despesas, considerando tudo que pode ser colocado no imposto e o que não se qualifica. Muitos empresários, donos de  uma sole proprietor, misturam gastos pessoais com os da empresa, às vezes colocando favorecendo ou desfavorecendo a própria contabilidade. Lembre-se que o IRS e o governo do Estado, só vai considerar como despesas o que for realmente relativo ao seu trabalho. Se você tem dúvidas do que colocar, a melhor maneira de organizar é conversando com seu contador. Nossa equipe está aqui para te ajudar a qualificar o que entra e o que não entra como despesas relativas à sua empresa. Lembre-se sempre de guardar os recibos e tudo que for da empresa, usar o cartão corporativo ao invés do pessoal ou do pagamento em dinheiro. 

 


Essas são nossas dicas de hoje, espero que tenham gostado e se precisarem estamos à disposição. 

 


Um abraço a todos.

 


Enivaldo Medeiros, o seu contador nos EUA. 

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Deixe seu comentário aqui: